Pesquisar:

História do Leite

Origens

• A história do leite e produtos lácteos está ligada à história do homem e remonta aos tempos mais remotos, desde quando o homem começou a domesticar e criar animais. Há cerca de 8.000 anos a população da Mesopotâmia tentou domesticar animais que produziam leite e é razoável pensar que já então o homem tentou usar e trabalhar o leite para consumo humano. Recentemente, um grupo de arqueólogos encontrou em Troina, na Sicília uma das mais antigas "sociedades agrícolas" no Mediterrâneo, que remonta à Idade do Bronze (cerca de 6.000 anos atrás). Em Piadena (Cremona) os investigadores encontraram um filtro de barro que datam 3.500 ano que provavelmente era utilizado para o escoamento de coalho.

Civilização Romana

• Civilização romana: o leite consumido pelos nossos antepassados veio predominantemente de cabras, ovelhas e burros. Os romanos tiveram um papel importante na história do leite, introduzindo o leite de vaca e aperfeiçoando a técnica para trabalhar seus derivados, tendo-as espalhado por todo o seu império no norte da Itália, Gália, Alemanha e Inglaterra.

Procedimentos de processamento de leite

• A partir do final do século XIX foram desenvolvidas técnicas para eliminar os germes presentes no leite, de modo a aumentar a sua vida. Graças às descobertas do médico francês Louis Pasteur, que em 1865 estava à procura de métodos para parar a epidemia de varíola, o leite é hoje aquecido a temperaturas elevadas o suficiente para matar os micróbios. A aplicação da pasteurização do leite foi proposta pela primeira vez por Franz von Soxhlet, em 1886. Na década de 1920 uma quantidade significativa de leite pasteurizado começou a ser produzida. Rapidamente começou a produção de leite pasteurizado em garrafas de vidro. A pasteurização garante a eliminação de microrganismos patogénicos e suas toxinas, reduz drasticamente o ambiente microbiano e mantém a maioria das propriedades nutricionais do leite. O leite para consumo direto é tratado com a pasteurização rápida HTST (High Temperature Short Time). O leite, depois de ser ligeiramente aquecido, é levado a uma temperatura de 76 graus Celsius, para o leite pasteurizado e 84 graus Celsius para o leite longa vida, por pelo menos 15 segundos. Isso elimina cerca de 95 por cento das bactérias. Para desacelerar o crescimento das bactérias restantes, o leite é imediatamente arrefecido a 4 graus Celsius. A esterilização, conhecido como tratamento UHT (Ultra High Temperature), garante a completa eliminação de bactérias e esporos. Geralmente, o leite é aquecido a 140-150 graus Celsius utilizando o vapor de água por 2-3 segundos. Após o tratamento, o leite é arrefecido a 18 ° C. Este tratamento, introduzido nos anos sessenta, permite preservar o valor nutricional e características organolépticas do Leite.

Parmalat no mundo



Representações directas em:
Itália, Roménia, Austrália, África do Sul, Botswana, Canada, Colômbia, Cuba, Ecuador, Moçambique, Paraguay, Portugal, Russia, Suazilândia, Venezuela, Zâmbia


Indirectamente, através de licenciamento em:
Brasil, Chile, China, México, República Dominicana, EUA, Hungria, Uruguai, Nicarágua